Dunkirk, 7 Desejos e Em Ritmo de Fuga são as maiores estreias da semana

Confira abaixo os trailers, críticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana

Dunkirk, de Christopher Nolan, é a maior estreia da semana nos cinemas brasileiros. O longa-metragem de guerra baseado em fatos reais abre em 485 salas de cinema — 12 delas com o formato IMAX, também utilizado pelo cineasta em Interestelar. Impulsionado por críticas majoritariamente favoráveis e pela ótima estreia nos Estados Unidos, o longa-metragem que tem adultos como público alvo chega ao circuito brasileiro em um momento em que boa parte das salas se dedica a blockbusters com apelo infanto-juvenil como Meu Malvado Favorito 3Carros 3Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Transformers: O Último Cavaleiro.

No longa, Nolan apresenta uma visão multifacetada dos eventos da Batalha de Dunquerque, quando tropas aliadas ficaram encurraladas por forças nazistas durante a Segunda Guerra Mundial no norte da França. O elenco traz Tom HardyKenneth BranaghCillian MurphyHarry StylesJack Lowden e Mark Rylance.

O terror 7 Desejos, de John R. Leonetti, apresenta uma mescla de suspense e fantasia em uma trama que acompanha uma adolescente (Joey King) que encontra uma caixa mágica que a ajuda a satisfazer suas vontades. Entretanto, o objeto é regido por uma entidade sobrenatural cruel que logo aparece para cobrar seu preço. Estreia em 351 salas.

Com direção de Edgar Wright, o filme de ação Em Ritmo de Fuga conta com Ansel Elgort no papel de um jovem que encontra conforto na música e está sempre imerso em suas playlists enquanto realiza seus serviços como piloto de fuga. Ele trabalha para o assaltante Doc (Kevin Spacey), mas cogita deixar o cargo depois de se apaixonar por Debora (Lily James). Após uma pré-estreia no organizada pelo AdoroCinema em parceria com a Sony que contou com a presença (e uma surpresa) de Elgort, Baby Driver (título original) estreia em 350 salas.

A comédia estadunidense voltada para o público hispânico Como se Tornar um Conquistador abre em 135 salas e traz Eugenio DerbezSalma Hayek e Kristen Bel no elenco. Completam o circuito a comédia francesa O Reencontro (estreia em 25 salas), o romance nacional Love Film Festival (estreia em 18 salas), o drama romântico coporduzido por Brasil e Argentina Esteros (estreia em nove salas) e o documentário francês Foucault Contra Si Mesmo (estreia no Rio e em São Paulo, em ao menos quatro salas).

Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

Confira abaixo os trailerscríticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana.

Dunkirk: “Como proposta visual, Dunkirk é excelente. O diretor tem plena consciência dos ângulos, lentes e movimentos de câmera adequados para provocar a máxima experiência de tensão. O cenário da guerra é captado de maneira ao mesmo tempo grandiosa, pela amplitude das praias, mares e céus, e também intimista, por se focar em dramas humanos pontuais, silenciosos, envolvendo a vida de anônimos.” Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

7 Desejos: Leia a opinião da imprensa.

Em Ritmo de Fuga: “Alçado ao posto de crush universal por A Culpa é das Estrelas, Ansel Elgort esbanja carisma como o piloto de fuga que acumula tantos óculos escuros e iPods quanto truques ao volante.” Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

 

 

Como se Tornar um Conquistador: “Quanto à construção do humor, cada piada é repetida várias vezes, algo que, além da gag, soa como descrença na capacidade do público em compreender por si próprio. Existem pelo menos três cenas questionáveis envolvendo deficientes físicos, além de outras relacionadas a empregados domésticos.” Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

 

O Reencontro: “Apesar da receita tão clássica, Provost consegue oferecer momentos interessantes. Para cada exploração de clichês sentimentais existem cenas realistas que se encarregam de equilibrar o tom, assim como Béatrice e Claire equilibram uma à outra. Os retratos naturalistas de partos fornecem os melhores instantes do filme, aproximando o cineasta de um registro social ao qual não está acostumado, mas que desempenha bem.” Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

 

Love Film Festival: Leia a opinião da imprensa.

 

Esteros: “O dito cinema gay, um segmento essencial à representatividade no meio audiovisual, precisa se livrar de códigos ultrapassados do cinema mainstream e dos vícios dos romances lacrimosos americanos. É preciso encontrar uma linguagem própria, como fizeram Pedro Almodóvar e John Waters, para além dos amores impossíveis.” Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

 

Foucault Contra Si Mesmo: “Sem muita profundidade, afinal são apenas 53 minutos, Foucault Contra Si Mesmo quase nada deve acrescentar aos conhecimentos dos estudiosos da filosofia do autor, mas é altamente recomendado aos abertos ao primeiro contato ou interessados em um resumo direto e confiável. Irrelevante como cinema, é material audiovisual perfeito para exibição em salas de aula […]” Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.